Professores de Educação Física Sejam Bem Vindos!!!

Seja bem vindo ao nosso blog de Ginástica!!! Navegue em nossas páginas com fundamentação teórica e sugestões de encaminhamentos metodológicos para enriquecer suas aulas!!!

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

História da Ginástica.

     Na Pré-história a Ginástica tinha característica utilitária, pois seu principal objetivo era a sobrevivência. Fazia parte também das festividades da época, como forma de reverência aos deuses. Na Antiguidade (Grécia e Roma), a Ginástica tinha o foco nas práticas corporais e estéticas com características guerreiras de cunho militar. Na Idade Média, considerada por muitos como o período das trevas, a Ginástica era praticada para a preparação militar. Na Idade Moderna inicia-se a preocupação com a educação e os exercícios físicos assumem papel importante aliados à educação moral e intelectual. 
    Na Idade Contemporânea surgem as primeiras sistematizações dos exercícios físicos/ginástica e com elas as bases fundamentais da Educação Física atual.
Sendo a ginástica o primeiro exercício físico sistematizado, surgem os movimentos ginásticos das escolas européias ao longo do século XIX, principalmente na Alemanha, Dinamarca, Suécia e França.
     Na Alemanha o movimento ginástico teve origem nas instituições escolares denominadas Philanthropinum, sendo as atividades: jogos de peteca, de bola, arremessos, lutas, etc. Johann Cristoph Friedrich Guts Muths foi o pai da ginástica pedagógica, pois acreditava que o corpo influencia a mente e o caráter. Ainda na Alemanha Friedrich Ludwig Jahn criou um modelo de ginástica militar com sentido social patriótico. Sua principal contribuição para a Educação Física foi ser um dos precursores da ginástica olímpica com aparelhos, inventando a barra fixa, as barras paralelas e o cavalo. A Educação Física foi introduzida definitivamente nas escolas alemãs por Adolf Spiess.
     Na Dinamarca houve a influência das idéias naturalistas difundidas por Franz Natchegal.
     Na Suécia Per Henrik Ling dividiu a ginástica nas dimensões militar, médica, pedagógica e estética.
     Na França, Dom Francisco Amoros ficou conhecido como "pai da ginástica francesa", pois foi um dos precursores na utilização de aros, escada de cordas, máquina para testar a força e do trapézio. Phoktion Heinrich Clias criou a calistenia, que é um sistema de ginástica onde os movimentos são executados seguindo um ritmo.


Referências Bibliográficas
BREGOLATO, Roseli Aparecida. Cultura Corporal da Ginástica. São Paulo: Ícone, 2002.

DARIDO, Suraya Cristina; RANGEL, Irene Conceição Andrade. Educação Física na escola: implicações para a prática pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.